Tênis de mesa do Amazonas se estrutura para buscar ‘novas Lígias’

29/08/2018 20:11

Federação do Amazonas, comandada pelo atleta Israel Barreto, será a responsável por administrar o novo espaço na Vila Olímpica

FOTO: Israel Barreto está confiante no surgimento de novos craques no Amazonas. Crédito: Nelson Ayres.

 

Manaus (AM), 29 de agosto de 2018.

Nelson Ayres

O tênis de mesa do Amazonas vive um momento de crescimento. Berço de craques da modalidade, o objetivo agora é a renovação. Para isso, os amazonenses contarão em breve com o espaço na Vila Olímpica de Manaus, que será administrado pela Federação Amazonense, comandada pelo atleta Israel Barreto.

Na Vila Olímpica de Manaus, os mesa-tenistas contam com toda a estrutura para jogos e treinamentos. Ao todo, são seis mesas, seis cadeiras e mesas de arbitragem, além de 30 separadores e redes, todos utilizados nos Jogos Olímpicos de 2016.

Algumas competições já foram disputadas por lá. A partir do mês de setembro, os próprios mesa-tenistas do estado estarão cuidando do espaço. Os primeiros a utilizarem o local para treinos serão os atletas que vão disputar o Campeonato Brasileiro, em Concórdia, no mês de novembro. Mas o foco e o objetivo estão bem definidos.

“Estamos em um momento de reformulação do tênis de mesa do Amazonas. Queremos descobrir novas Lígias nesta nova fase. Nosso foco será a detecção de talentos para o futuro”, avisa Barreto, se referindo a Lígia Silva, maior ícone do tênis de mesa amazonense, que disputou três Olimpíadas defendendo a Seleção Brasileira.

O próprio Israel é outro grande exemplo de atleta que brilha há muito tempo no cenário nacional e internacional. Aos 41 anos, mostra a disposição de um garoto, mesmo acumulando as funções de mesa-tenista, técnico e presidente da Federação. Recentemente, na Seletiva para o Campeonato Pan-Americano, ficou entre os oito primeiros, mesmo sem estar disputando competições nacionais há algum tempo.

Siddartha Almeida, jovem atleta que treina e compete na Alemanha, participou da última etapa do Amazonense, no domingo. O objetivo? Inspirar a nova geração a seguir o mesmo caminho. A trilha está aberta.  

 

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) - Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal - Ministério do Esporte.
 

FATO&AÇÃO COMUNICAÇÃO

Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa - CBTM

Claudia Mendes – claudia@fatoeacao.com

Nelson Ayres – nelson@fatoeacao.com

imprensa@cbtm.org.br

fatoeacaocomunicacao@gmail.com

                                                         

Siga a CBTM nas redes sociais:
 
FACEBOOK:
 www.facebook.com/cbtenisdemesa

TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm

INSTAGRAM: @cbtenisdemesa