Seleção feminina vence a Bielorrúsia e segue na briga pelo nono lugar do Mundial Juvenil

03/12/2018 11:38

Meninas enfrentam a Sérvia nesta noite. Seleção masculina está na briga pela 13ª colocação e vai encarar a Austrália

FOTO: Bruna Takahashi venceu três jogos. Crédito: ITTF.

 

Bendigo (AUS), 3 de dezembro de 2018.

Por: Assessoria de Comunicação – CBTM

A Seleção Brasileira juvenil feminina venceu o primeiro confronto no Mundial da categoria, na madrugada desta segunda-feira (3), em Bendigo, na Austrália. Após perder para a Índia, por 3 a 1, e ficar fora da disputa por título, as meninas entraram na briga pela nona colocação do torneio e bateram a Bielorrússia, por 3 a 2.

A vitória promete oxigenar o astral das meninas, que ainda não haviam obtido um triunfo no torneio. Mas a briga continua sendo intensa. Nesta noite, às 21h (de Brasília), a adversária é a Sérvia.

“Fiquei muito feliz com meus jogos. Mesmo tendo perdido para a Coreia do Sul e a Índia, consegui jogar bem. Contra a menina da Bielorrússia foi um jogo bem intenso e consegui vencer. Vou tentar manter esse nível para os próximos confrontos”, disse Lívia Lima, responsável pela vitória contra a bielorrussa Marharyta Baltushite, por 3 a 2 (10/12, 11/5, 11/8, 6/11 e 12/10), que garantiu o triunfo brasileiro.

Meninos fazem jogo duro com alemães

A Seleção masculina ainda não conseguiu vencer no Mundial Juvenil. Após ficar fora da briga pelo título, a equipe encarou a Alemanha, fez três jogos disputadíssimos, mas perdeu os três confrontos, todos por 3 a 2.

“A gente pegou um grupo muito difícil neste Mundial. Tivemos Romênia e Polônia de cara e depois a Alemanha. Sabíamos que não seriam jogos fáceis. Vamos continuar firmes para buscar uma boa colocação por equipes”, falou o atleta Eduardo Tomoike.

Na briga pela 13ª colocação, o Brasil enfrenta os australianos, donos da casa, às 23h. Se passar, pega o vencedor de Argentina x Nova Zelândia. Ou seja, as dificuldades continuam, o que prova o alto nível do torneio.

“A gente sempre vai buscar a melhor colocação possível, apesar das dificuldades. Espero continuar mantendo um bom nível neste campeonato”, diz Rafael Torino.

Veja os jogos realizados nesta noite e madrugada no Mundial:

 

FEMININO

Primeira Fase – Grupo 2 – Brasil 1 x 3 Índia

Bruna Takahashi 3 x 1 Prapti Sen (11/5, 13/11, 8/11 e 11/2)

Livia Lima 1 x 3 Archana Girish Kamath (9/11, 13/11, 10/12 e 2/11)

Giulia Takahashi 2 x 3 Selena Selvakumar (11/8, 5/11, 7/11, 11/7 e 2/11)

Bruna Takahashi 2 x 3 Archana Girish Kamath (11/5, 11/13, 11/4, 7/11 e 13/15)

 

Disputa do 9º ao 16º Lugar – Brasil 3 x 2 Bielorrússia

Livia Lima 1 x 3 Nadezhda Bogdanova (11/9, 8/11, 6/11 e 5/11)

Bruna Takahashi 3 x 0 Marharyta Baltushite (11/8, 11/2 e 11/9)

Giulia Takahashi 0 x 3 Darya Kisel (11/6, 11/4 e 11/6)

Bruna Takahashi 3 x 0 Nadezhda Bogdanova (11/6, 11/9 e 11/7)

Livia Lima 3 x 2 Marharyta Baltushite (10/12, 11/5, 11/8, 6/11 e 12/10)

 

MASCULINO

Disputa do 9º ao 16º Lugar – Brasil 0 x 3 Alemanha

Rafael Torino 2 x 3 Cedric Meissner (13/11, 10/12, 11/9, 10/12 e 4/11)

Guilherme Teodoro 2 x 3 Kay Stumper (7/11, 10/12, 11/7, 11/7 e 11/13)

Eduardo Tomoike x Fanbo Meng (9/11, 11/5, 5/11, 11/8 e 9/11)

 

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) - Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal - Ministério do Esporte.
 

FATO&AÇÃO COMUNICAÇÃO

Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa - CBTM

Claudia Mendes – claudia@fatoeacao.com

Nelson Ayres – nelson@fatoeacao.com

imprensa@cbtm.org.br

fatoeacaocomunicacao@gmail.com

                                                         

Siga a CBTM nas redes sociais:
 
FACEBOOK:
 www.facebook.com/cbtenisdemesa

TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm

INSTAGRAM: @cbtenisdemesa