Parapan: Brasil conquista 15 medalhas e se sagra campeão geral

06/12/2017 11:06

Brasileiros terminaram Campeonato Parapan-Americano com cinco ouros, seis pratas e quatro bronzes

Da redação, em São Paulo (SP) - 06/12/2017

Foto: Alexandre Urch/CPB/MPIX

O Campeonato Parapan-Americano de Tênis de Mesa 2017 começou no último dia 29 e chegou ao fim neste domingo, 3. Realizada em San José, na Costa Rica, a competição contou com a participação de 13 atletas brasileiros. E todos eles voltaram para casa com, pelo menos, uma medalha no pescoço. O Brasil levou cinco ouros, seis pratas e quatro bronzes, totalizando 15 medalhas nas disputas individual e por equipes e se sagrando campeão geral do torneio.
 
 
 
Os destaques brasileiros do campeonato foram Diego Moreira (classe 9) e Claudio Massad (classe 10). Ambos foram medalhistas de ouro duas vezes em San José. No torneio coletivo, Diego e Claudio se juntaram a Lucas Carvalho e foram campeões na final da classe 9-10 masculina, batendo os chilenos Alvaro Rega, Manuel Echaveguren e Gustavo Serrano por 2 a 0. A vitória em duplas veio com os destaques brasileiro no torneio vencendo Vega e Echaveguren por 3 a 1 (11/6, 12/10, 7/11 e 11/5). A partida decisiva veio com Claudio vencendo Alvaro também por 3 a 1 (11/5, 9/11, 11/6 e 11/3), garantindo, assim, o ouro.
 
Na classe 1-3 masculina, o Brasil, formado com atletas da classe 2 (Guilherme Costa, Iranildo Espíndola e Lacordaire Segundo), ficou com a segunda colocação ao perder a final para a equipe chilena composta pelo atleta classe 3 Alfonso Angel e o atleta classe 2 Luis Rodrigo Bustamante por 2 a 0. A dupla Guilherme e Iranildo perdeu para Alfonso e Luis Rodrigo, e, na decisão, Lacordaire foi derrotado por 3 a 2 por Alfonso (11/5, 9/11, 11/2, 8/11 e 11/6).
 
Já na classe 4-5, os brasileiros não passaram da fase de grupos. O time formado por Alexandre Ank (classe 4), Aloisio Lima (classe 1) e Conrado Contessi (classe 1) ficou em terceiro lugar em sua chave, atrás de Chile e México. A campeã foi a Argentina.
 
Em grupo único com cinco equipes na classe 6-7 masculina, a equipe brasileira ficou com a medalha de prata ao vencer três partidas e perder uma, na última rodada, para o campeão Chile (representado por Cristian Dettoni, Matias Piño Lorca e Ignacio Orostica, todos classe 06). O time do Brasil era composto por Paulo Salmin (classe 7) e Gustavo Laskosky (classe 7). A partida que decidiu a medalha de ouro foi vencida pelo Chile por 2 a 0, com vitórias da dupla Cristian Dettoni e Matias Lorca sobre Salmin e Laskoksy por 3 a 2 (11/8, 7/11, 11/5, 9/11 e 13/11), e na partida que decidiu a disputa Piño Lorca venceu Gustavo Laskosky por 3 a 0 (11/6, 11/9 e 11/5).
 
Os resultados por equipes (um ouro e uma prata) somados aos individuais totalizam as 15 medalhas do Brasil no Campeonato Parapan-Americano de 2017, no qual o Brasil ficou em primeiro lugar no quadro geral, ficando à frente do Chile, que também teve cinco ouros, mas teve menos medalhas de prata.
 
A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) – Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal – Ministério do Esporte.
 
Siga a CBTM nas redes sociais:
FACEBOOK: www.facebook.com/cbtenisdemesa
TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm
INSTAGRAM: @cbtenisdemesa
 
Assessoria de comunicação CBTM
imprensa@cbtm.org.br