Campeonato Sul-Americano Infantil e Juvenil começa nesta quinta-feira em Santiago, no Chile

13/03/2019 18:46

Brasil terá 16 representantes, divididos entre as duas categorias, no feminino e no masculino. Competição vai até segunda-feira

FOTO DE ARQUIVO: Laura Watanabe (frente) e Giulia Takahashi (fundo) são esperanças de bons resultados no infantil. Crédito: ULTM.

 

Santiago (CHI), 13 de março de 2019.

Por: Assessoria de Comunicação – CBTM

Um novo desafio começa nesta quinta-feira (14) para as Seleções de base do Brasil. Os mesa-tenistas vão disputar o XXVIII Campeonato Sul-Americano Infantil e Juvenil, de 14 a 18 de março, em Santiago, no Chile. Com oito representantes no masculino e oito também no feminino, nas duas categorias, a expectativa da delegação brasileira é de bons resultados.

Guilherme Teodoro, Diogo Silva, Rafael Torino e Lauro Sebold serão os representantes masculinos na categoria juvenil, enquanto Joon Shim, Henrique Noguti, Gustavo Gerstmann e Luigi Yamane competirão no infantil masculino. No feminino, Tamyres Fukase, Lais Yuta, Livia Lima e Amy Seikimoto serão os representantes da categoria juvenil, e Giulia Takahashi, Laura Watanabe, Fabiana Shintate e Karina Shiray disputam no infantil. Hideo Yamamoto e William Kumagai são os técnicos.

Para Rafael Torino, a expectativa é positiva: “Em todos os anos o Brasil vem com equipes fortes, e neste não é diferente. Temos muita chance de sair com bastantes medalhas. Cada campeonato é um aprendizado para o próximo, minha experiência no Aberto da República Tcheca me ajudou muito. Aprender com os erros é o mais importante, é nas derrotas que a gente tira as melhores lições”, explicou o brasileiro, exaltando a qualidade de sua equipe.

No primeiro dia de competições, os confrontos serão por equipes. No segundo dia também, quando ocorrerão as primeiras premiações. As fases classificatórias da modalidade individual preenchem o dia 16, enquanto as duplas mistas fazem seus jogos no dia 17. No último dia de competições (18), os campeões individuais serão conhecidos.

Uma das representantes na categoria Infantil, Laura Watanabe também falou sobre o que espera do Sul-Americano: “Estou bem ansiosa para este campeonato, vou dar o meu máximo em todos os jogos e espero ter ótimos resultados. A equipe está bem forte e tem grande chance de ter resultados positivos”, contou.

As principais esperanças do Brasil para o Sul-Americano estão em categorias diferentes: Guilherme Teodoro é o melhor ranqueado da América do Sul e, hoje, o 12º do mundo no ranking de atletas até 18 anos. Disputa na categoria juvenil. Giulia Takahashi, que joga a categoria Infantil, é também a melhor posicionada de seu continente, seguida imediatamente por Laura Watanabe. Giulia, irmã de Bruna Takahashi, ocupa a 8ª posição no mundo em sua categoria, enquanto Laura é a 77ª.

 

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa conta com recursos da Lei Agnelo/Piva (Comitê Olímpico do Brasil e Comitê Paralímpico Brasileiro) - Lei de Incentivo Fiscal e Governo Federal - Ministério do Esporte.
 

FATO&AÇÃO COMUNICAÇÃO

Assessoria de Comunicação da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa - CBTM

Claudia Mendes – claudia@fatoeacao.com

Nelson Ayres – nelson@fatoeacao.com

imprensa@cbtm.org.br

fatoeacaocomunicacao@gmail.com

                                                         

Siga a CBTM nas redes sociais:
 
FACEBOOK:
 www.facebook.com/cbtenisdemesa

TWITTER: www.twitter.com/cbtm_tm

INSTAGRAM: @cbtenisdemesa