(10-08-2018) 086-2018

10/08/2018 15:02

Dispõe sobre esclarecimentos acerca de boatos propagados nas redes sociais sobre o Campeonato Brasileiro em Concórdia - SC

A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM) e a Federação Catarinense de Tênis de Mesa (FCTM), em resposta a boatos e campanhas propagadas por pessoas jurídicas interessadas em obter lucro com competições promovidas pela entidade, vêm a público esclarecer os seguintes pontos:

1 – É inverídica a informação de que a cidade de Concórdia não tenha rede hoteleira capaz de comportar a realização do Campeonato Brasileiro de Tênis de Mesa, marcado para o mês de novembro. Os próprios hotéis da Região informarampara a Prefeitura de Concórdia que não têm interesse em trabalhar com alguns intermediários, em razão de problemas anteriores.

2 - Desta forma, em razão da alta demanda prevista, os hotéis tomaram a iniciativa de bloquear as unidades para negociação direta com agências da cidade, beneficiando os atletas e profissionais do tênis de mesa, pois garantiram melhores preços. Ao todo, mais de 500 mesa-tenistas participantes do Brasileiro já realizaram a reserva, sem nenhuma participação da CBTM ou da FCTM. Os atletas que realizaram esse procedimento tiveram a garantia de transporte gratuito para os locais de competição.

3 - Segundo informações da própria rede hoteleira da cidade, ainda há cerca de 280 vagas somente na cidade de Concórdia, sem contar os demais municípios do entornoA cidade está mobilizada para oferecer todo o conforto aos visitantes e alguns moradores já se cadastraram para receber mesa-tenistas cadeirantes, em programa semelhante ao realizado com turistas em edições dos Jogos Olímpicos.

4 – Concórdia é uma cidade acostumada a receber grandes eventos de todas as modalidades, diferentemente do que pretendem desinformar os que são contra a realização do Brasileiro em cidades fora do eixo de atuação de determinados interessados. Já sediou competições nacionais de voleibol, futsal, handebol, além de algumas edições dos Jogos Abertos da Santa Catarina, a segunda maior competição do país em número de participantes, perdendo apenas para os Jogos Abertos de São Paulo.

5 – A CBTM pensa no crescimento da modalidade e trabalha com as mais modernas práticas de governança do esporte brasileiro, fato reconhecido pelo próprio Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e por entidades sem vínculo algum com outras confederações, como o Sou do Esporte, que considerou a CBTM a terceira melhor entidade em gestão na última temporada.

6 – A cidade de Concórdia, assim como outros municípios que se dispõem a investir na modalidade, têm sido frequentemente atacados nas redes sociais, por pessoas que se mostram insatisfeitas com a confirmação de competições nacionais fora de seu eixo de atuação empresarial, contrariando interesses pessoais. Informamos que continuaremos a seguir a política de prestigiar todas as regiões do país, não importando quais sejam, principalmente as que se manifestam no sentido de investir na realização dos eventos, evitando assim maior sacrifício para as contas da CBTM, bem como um desvio da finalidade de nos manter dentro de política austera de pagamento de todas as despesas, sem atitudes irresponsáveis.

Ressaltamos ainda, que o objetivo da CBTM e da FCTM com esta nota é tranquilizar os verdadeiros mesa-tenistas sobre as condições que poderão encontrar no Campeonato Brasileiro e que não iniciaremos debate com pessoas travestidas de empresários, cujo único interesse é criar um clima de discórdia na comunidade para obter favorecimento financeiro, inclusive com a possibilidade de obter bônus para participar de competições oficiais. Informamos também que afirmações levianas não serão mais toleradas e serão encaminhadas para análise do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) e Justiça Comum, para as devidas providências.

 

Comitê executivo da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM)

Federação Catarinense de Tênis de Mesa (FCTM)